Agora com Marcelo Oliveira no comando, o Coritiba pode ser bicampeão paranaense hoje, consagrando pela segunda vez a forma de jogar implantada por Ney Franco no ano passado: o trio de meias-atacantes se aproximando do centroavante.

Nos campos ao lado, os times de 2010 e 2011. Na última conquista, o trio era formado por Rafinha, Marcos Aurélio e Renatinho, com Ariel na frente. Nesta temporada, Davi passou a ocupar a vaga que era de Renatinho no Paranaense anterior – e foi de Enrico na Série B do Brasileiro. Bill assumiu a camisa 9.

A principal diferença é que Renatinho atuava mais fixo pela esquerda, enquanto Marcos Aurélio e Rafinha trocavam de posição constantemente. Davi participa mais da movimentação, aumentando a dificuldade de os adversários acompanharem.

O lado do segundo volante também mudou. Em 2010, Marcos Paulo saía para apoiar o ataque pela direita. Agora Léo Gago faz isso pela esquerda, ocupando o espaço especialmente quando Davi se desloca para o meio.

Participe da conversa!
0