Não há mais como iludir a torcida do Coritiba: o time vai ficar na zona morta deste Brasileiro.

Apesar de possuir recursos técnicos, a equipe do técnico Marcelo Oliveira não dá sinais de que possa armar uma arrancada incrível.

Pior do que isso: o Alviverde mostra-se satisfeito com o papel de coadjuvante. Um plus na competição passaria necessariamente por uma vitória contra o Vasco, além de bater o ímpeto do Botafogo, domingo, no Couto.

São dois candidatos ao título e não muito melhores do que o Coxa. A diferença é a ambição. Uns tem muito, outros, nada.

Sem cometer tais ‘crimes’, bater nos times acima da tabela, vai no máximo puxar a fila do engodo – leia-se a Copa Sul-Americana.

Em 29 pontos ganhos, o Coxa ganhou 19 contra equipes abaixo dele na tabela. Bateu apenas Corinthians e o Vasco (jogo de reservas) entre os tops na tabela.

Nesta altura da competição, essa radiografia dos pontos é suficiente para cravar: o Coritiba vai em banho-maria. Pelo desenho, terminará o campeonato entre 7º e 12º lugares.

Uma pena.

A torcida, que coloca a equipe entre as campeãs de arrecadação e público no Nacional, merecia um pouco mais de empenho dos jogadores.

Participe da conversa!
0