Atlético Paranaense - goleiro WEVERTON PEREIRA DA SILVA

Atlético e Fluminense disputam no mano a mano uma vaga no G-6 do Campeonato Brasileiro, grupo que dá vaga na Libertadores de 2017. O Furacão é o 6º, com 51 pontos, e o carioca é o 9º, com 48.

É um dos jogões de novembro. Mas há um porém...

Nesta quinta-feira (3), a CBF (a pedido dos cariocas) antecipou a partida que seria no dia 17/11 para 15/11, às 17 h, feriado nacional da Proclamação da República.

A atitude da entidade tira da partida um dos principais jogadores do Rubro-Negro: Weverton.

A seleção brasileira, que conta com o goleiro, entrará em campo à 0h15 da quarta-feira (16) contra o Peru, em Lima. Com isso, sem condições logísticas, não estará em campo pelo seu clube.

LEIA Atlético prevê assédio por Weverton, mas cobra “proposta atraente” para negociar

A solicitação do Flu até foi razoável. Com a mudança, tira o jogo do acanhado Giulite Coutinho e jogará no Maracanã. Ótimo para o futebol.

A CBF declarou que o motivo da mudança foi “opção do clube mandante e anuência do clube visitante, com a concordância do canal Premiere e sem prejuízo técnico às equipes participantes”. Diante disso, fica a pergunta: por que o Atlético aceitou?

Em entrevista ao UOL, Luiz Sallim Emed, presidente atleticano, foi coerente – apesar dos recentes fracassos nos pedidos junto à CBF, como no Atletiba da Vila Capanema.

“Foi uma solicitação do Fluminense para antecipar o jogo. Dia 15 é feriado, poderia ser realizado no Maracanã, então nós entendemos que seria melhor, mesmo com a ausência do Weverton, fazer o jogo no Maracanã do que no outro estádio. É um pedido e a gente entendeu que jogar no Maracanã é mais fácil do que você se deslocar no Rio”, disse.

Vale lembrar que o mesmo Sallim costuma fazer duras (e pertinentes) críticas à CBF, assim como o técnico Paulo Autuori. Este, aliás, não perde nenhuma oportunidade para bater na entidade. A solidariedade atleticana, por uma lógica de empatia, foi total ao Fluminense.

Weverton fará falta. Mas o Atlético mostra uma elegante diplomacia com os tricolores. Veremos se haverá um  dia alguma reciprocidade.

Participe da conversa!
0