Os principais Estaduais disputados no Brasil acabaram neste fim de semana, a exceção é o Gauchão que já consagrou o Grêmio como campeão na última quarta-feira. Mas quem levantou taça nas outras disputas? Veja abaixo a lista de CAMPEÕES ESTADUAIS.

Decisões custaram a cabeça de três técnicos

O Brasileirão está chegando! Confira os jogos da 1ª rodada

Leia também

>> Premiação da Globo no Brasileirão 2019 será cinco vezes maior; veja valores

>> Tabela Brasileirão 2019: todos os jogos na TV

>> Veja quem domina mercado de camisas e uniformes do Brasileirão 2019

>> Ranking aponta a ‘nova ordem de grandeza’ do futebol brasileiro

>> Mercado da bola: vai e vem no Brasileirão 2019

Paulista – Corinthians

Corinthians 2 x 1 São Paulo

O Corinthians vivia uma crise ofensiva, pois não marcava gols há quatro jogos. E o Timão desencantou na hora certa. Avelar abriu o placar, Antony empatou e Wagner Love, aos 43 do segundo tempo, sacramentou o título corintiano. 

Carioca – Flamengo

Flamengo 2 x 0 Vasco

A qualidade técnica superior do Flamengo prevaleceu no jogo de ida e volta e o Rubro-Negro venceu ambas por 2 a 0 sem dificuldades. William Arão e Vitinho marcaram os gols do Fla neste domingo, garantindo a taça. Após o jogo, o técnico Alberto Valentim foi desligado do Vasco.

***

Mineiro – Cruzeiro

Atlético-MG 1 x 1 Cruzeiro

Cruzeiro campeão mineiro de 2019. Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Cruzeiro campeão mineiro de 2019. Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

O Cruzeiro é o campeão mineiro de 2019 de forma invicta. A equipe empatou em 1 a 1 com o arquirrival Atlético-MG na tarde de sábado (20) e assegurou o troféu pelo segundo ano consecutivo. Elias abriu o placar, e Fred, em cobrança de pênalti, igualou o marcador no estádio Independência. A equipe venceu 11 dos 16 jogos que disputou no torneio e empatou outros cinco. A Raposa venceu o jogo de ida por 2 a 1 no Mineirão

***

CARTOLA FC 2019: o mercado está aberto! Veja as dicas para a 1ª rodada

***

Paranaense – Athletico

Athletico 1 (6) x 0 (5) Toledo

Mesmo jogando o Estadual com um time de aspirantes, o Furacão chegou ao bicampeonato. A equipe perdeu o jogo de ida por 1 a 0 e deu o troco no Toledo, neste domingo, na Arena da Baixada. Nos pênaltis, Adriano perdeu para o time do interior, com defesa de Léo, e explodiu a festa do Furacão..

Catarinense – Avaí

Avaí 1 (4) x 1 (2) Chapecoense

A final do Catarinense é em jogo único. Por ter feito melhor campanha, a decisão foi na casa do Avaí. No tempo normal, 1 a 1. Nos pênaltis, o Avaí levou a melhor contra a Chape, que desperdiçou as cobranças com Aylon e Bruno Pacheco.

Baiano – Bahia

Bahia 1 x 0 Bahia de Feira

Na partida de ida, o Bahia arrancou o empate fora de casa contra o xará de Feira de Santana com um gol aos 52 minutos do segundo tempo. Agora também foi apertado, mas a vitória por 1 x 0 (gol de Gilberto) garantiu a festa para a torcida do Esquadrão na Fonte Nova.

Cearense – Fortaleza

Ceará 0 x 1 Fortaleza

O clássico pode marcar a despedida de Rogério Ceni do Fortaleza. O Atlético-MG fará uma proposta oficial ao treinador após a decisão. O Tricolor venceu a ida por 2 a 0 e bateu novamente o rival neste domingo: 1 x 0, com gol de Roger Carvalho. Festa do Fortaleza. E o técnico Lisca foi demitido do Ceará.

Pernambucano – Sport

Sport 1 (4) x 2 (3) Náutico

Jogo eletrizante no Recife. O Náutico venceu no tempo normal (1 x 2), mas perdeu nos pênaltis.  Com 4 a 3, o Sport chega ao seu título de número 42 do Pernambucano. Rafael Oliveira e Diego Silva perderam penalidades decisivas na Ilha do Retiro.

Goiano – Atlético-GO

Goiás 0 x 1 Atlético-GO

O Campeonato Goiano estava praticamente decidido após vitória de 3 a 0 do Atlético-GO no duelo de ida. O jogo deste domingo contou só com torcedores do Goiás no estádio, mas o Dragão reforçou a hegemonia e venceu por 1 a 0, gol de Matheuzinho. Barbieri, técnico do Goiás, caiu.

Alagoano – CSA

CRB 1 (2) x 0 (4) CSA

O CRB levou a melhor no tempo normal, com gol de Hugo, mas perdeu nos pênaltis. João Carlos pegou as cobranças de João Paulo e Lucas e garantiu o bicampeonato alagoano para o CSA. Luciano Castán converteu o último pênalti e também foi decisivo para a conquista da 39ª taça do time no estadual.

***

Participe da conversa!
0