Arquibancada Virtual

Ver mais

Com provocação ao Coritiba, Atlético lança canal oficial no Spotify

Propaganda provocativa do Atlético-PR para vender seu canal no Spotify
Propaganda provocativa do Atlético-PR para vender seu canal no Spotify| Foto:
  • PorEsportes Gazeta do Povo
  • 27/03/2018 17:15

O Atlético-PR lançou, na última terça-feira (26), um canal oficial no Spotify, serviço de streaming de músicas. Além de canções e artistas selecionadas pelo Furacão, os torcedores poderão ouvir seleções musicais formuladas pelos próprios jogadores do atual elenco. O curioso é que a divulgação do serviço faz uma direta referência à canção da torcida organizada Os Fanáticos, a versão para maiores de idade de Another Brick In The Wall, do Pink Floyd.

Leia também >> “É maravilhoso”, diz Roger Waters sobre sua música inspirar canto da torcida do Atlético

Hey, Teacher! Leave them kids alone traz a propaganda do Atlético, exatamente o refrão da música imortalizada pela banda britânica. O desenho lembra a capa do disco The Wall.

A paródia do clássico do rock se tornou um grande hino dos torcedores do Furacão. Criada na década de 90, a canção é ecoada em todos os jogos do Rubro-Negro, como forma de “homenagear” os alviverdes.

Já o conteúdo do Spotify atleticano traz as pedidas dos meias Lucho González e Matheus Anjos, além do atacante Bergson. O trio compartilhou suas favoritas. Em sua lista, o veterano argentino alternou artistas brasileiros, como MC Livinho e Maiara e Maraísa, com bandas de sua terra natal, como El Pepo e Ulises Bueno.

Bergson demonstrou gosto eclético, sugerindo músicas religiosas, como Me Abraça Senhor, de Leandro Soares, funks, como Rabetania, do MC WM, e Shape of You, um tributo ao britânico Ed Sheeran. O jovem Matheus Anjos inaugura sua lista com Cerveja de Garrafa, do Atitude 67, e também cita Apelido Carinhoso, de Gusttavo Lima e a música Ninguém Explica Deus, da banda Preto no Branco. Confira as listas completas.

Participe da conversa!
0

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.