O comentarista de arbitragem da Rede Globo, Arnaldo Cezar Coelho, fez duras críticas às arbitragens do Campeonato Brasileiro. Em tom de desabafo, durante o programa Bem, Amigos, desta segunda (24), no canal SporTV, ele pegou pesado com o nível do apito. “A situação é séria”, destacou.

“Eu nunca vi o Campeonato Brasileiro marcado por arbitragens tão ruins”, soltou. Antes do ataque, ex-árbitro que apitou a final da Copa de 82, na Espanha, mostrou uma entrevista do jogador Rithely, do Sport. O jogador, indignado, chegou a insinuar um complô para beneficiar Palmeiras e Flamengo.

”O rapaz foi espontâneo, foi sincero, foi até ingênuo demais, ele pode ser punido, mas falou com tanta sinceridade. Agora, foi pênalti [para o Sport, motivo da crítica de Rithely]. Falou o que passou pela cabeça dele”, avaliou Coelho. ”Eu mostrei a entrevista do garoto para que as pessoas da CBF, as pessoas todas possam refletir, porque a situação é séria, as arbitragens tão péssimas”, seguiu.

Depois de ser contestado pelos colegas de programa, que atribuíram à mídia da destaque demasiado aos erros do apito, Arnaldo abriu a caixa de ferramentas. “Eu nunca vi o Campeonato Brasileiro marcado por arbitragens tão ruins. A imprensa tem uma participação? Tem, também, mas que tem muita participação da incompetência de quem dirige, de muitos dos árbitros, é uma incompetência generalizada que isso tem que botar a casa em ordem, não pode passar em branco”, disparou.

Entre os lances destacados no Bem, Amigos, a polêmica envolvendo Kléber, do Coritiba. Ao apresentar o vídeo com a jogada da expulsão, Arnaldo disse que ficou claro que o jogador desferiu o palavrão que motivou o vermelho. Porém, considerou que a defesa do atleta, ao dizer que ofendeu um colega, é razoável. Durante o debate, prevaleceu a tese que a expulsão foi exagerada.

Participe da conversa!
0