José Trajano, 70 anos, estará de volta à TV em 2017.  Ele assinou contrato com o Canal Brasil, emissora com viés cultural no pacote por assinatura de várias operadoras.

O jornalista esportivo apresentará o José Carioca, um programa de entrevistas.

Serão gravados inicialmente 13 episódios, com a presença de músicos, atores e, claro, atletas.

De acordo com o UOL, o José Carioca será reprisado após o término do conteúdo inédito, durando até o primeiro semestre de 2017.

Trajano está fora do ar desde que teve seu polêmico desligamento da ESPN Brasil, após 21 anos de casa.

Ex-diretor de jornalismo do canal de esportes, e que nos últimos anos atuava apenas como debatedor do programa Linha de Passe, ele deixou a emissora dizendo que a motivação da sua saída era seu posicionamento político, contrário à saída da presidente Dilma.

Figura das mais combativas na imprensa esportiva, José Trajano ficou marcado por vários episódios de embate na ESPN. O famoso torcedor do América-RJ questionou, por exemplo, o convite ao apresentador Danilo Gentili para debater futebol. “O canal abrigou esta semana um personagem engraçadinho, que se porta como um sujeito que faz apologia do estupro”, disse à época.

Defensor ferrenho do governo Dilma, chegou a gravar um vídeo em apoio à petista.

”Houve um documento entregue no mês passado dizendo que havia uma norma da empresa que era de não se manifestar politicamente, disseram que era uma norma que veio dos Estados Unidos. Eu não assinei”, disse ao UOL. Oficialmente, seria corte de despesas – posição “esquisita”, segundo Trajano.

Participe da conversa!
0