Abalada pelo maior acidente aéreo envolvendo equipes esportivas do país, a Chapecoense conseguiu arrecadar até esta sexta-feira (3) o total de R$ 961.563,98 para as famílias das vítimas. Esses números foram divulgados pelo clube em nota oficial, como forma de agradecimento aos contribuintes e esclarecimento aos torcedores.

A maior parte desta soma veio do amistoso com o Palmeiras, realizado na Arena Condá no dia 21 de janeiro. Essa partida rendeu ao fundo de assistência aos familiares R$ 641.116,46. Outros dois jogos reverteram rendas para o mesmo fim. Da bilheteria de Sport x Figueirense, pelo Brasileirão do ano passado, saíram R$ 96.840,00. E do amistoso “Lance de Craque”, organizado pelo argentino D’Alessandro, do Internacional, foram coletados mais R$ 41.724,03.

Também foram arrecadados fundos pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva, pelo Torneio da Florida, por meio da Fundação Casper Líbero entre outros.

A Chapecoense aguarda ainda a renda do “Jogo das Estrelas”, promovido por Zico no fim de 2016. Os frutos do “Jogo da Amizade”, entre Brasil e Colômbia, no Engenhão, no dia 25 de janeiro, também ainda não foram contabilizados, assim como doações de empresas provenientes do mesmo amistoso da seleção. A renda oficial do amistoso do Brasil foi de R$ 1.219.675,00.

Caso esse valor chegue integralmente ao time catarinense, o montante destinado às famílias chegará a R$ 2.181.238,98.

O acidente envolvendo a Chapecoense ocorreu na madrugada do dia 29 de novembro de 2016, quando a equipe ia para Medellín para a final da Copa Sul-Americana. Morreram na queda 71 pessoas – entre elas, 19 atletas e 17 integrantes da comissão técnica do Verdão do Oeste.

Participe da conversa!
0