Valterci Santos / Gazeta do Povo

Souberam da última na Vila? Goiano e Thiago Araújo, que haviam sido dispensados, podem reaparecer com toda a pompa na lateral-direita tricolor, sexta-feira, contra o Ceará.

É uma situação de emergência. Marcelo Toscano, Murilo e Alex estão fora de combate. Logo, recorre-se a quem não servia mais.

E esse não servia é duvidoso. Araújo teve alguns momentos interessantes no Estadual e Goiano, além de ser um símbolo tricolor, sempre foi muito útil. Mais provável que tenham sido limados para abrir espaço aos jogadores da L.A. Sports.

O resgate da dupla demonstra uma clara falta de convicção nas decisões do clube. Se não serviam há um mês, continuam não servindo. Certamente os caras não aprenderam a jogar bola nesse período de afastamento.

Para o jogador a situação também é estranha. Mais ou menos como levar um fora da mulher ou da namorada, com ela te chamando de cachorro, safado, sem-vergonha e outros mais, e duas semanas depois, carente, ela te chama de novo para casa.

Goiano e Araújo estão na deles. Melhor jogar do que só treinar. E ainda é uma chance de ouro para conseguir emprego em outro clube e meter um carimbo de incompetentes na testa da diretoria tricolor.

O pacotão da L.A.

Fábio Aurélio perguntou quais jogadores do atual elenco tricolor pertencem à L.A. Sports. Dinelson, Davi e Bebeto pertencem à empresa. Freire, Aderaldo, Gabriel, Marcelo Toscano, Murilo Ceará, João Paulo, Luiz Henrique, Malaquias e Alex Afonso vieram por indicação ou com a negociação intermediada pela parceira.

Ainda sobre o tema, sugiro matéria da Gazeta de hoje, assinada pelo André Pugliesi.

Técnico do Atlético

Paulo Silas, Ney Franco ou Waldemar Lemos. Um dos três deve ser o técnico do Atlético. Eu iria no Ney, e vocês?

Soluções

Mais para o fim do dia cumpro a promessa de fazer um post com ideias para tirar os nossos times do buraco.

Participe da conversa!
0