O Campeonato Paranaense de 2021 ainda não tem data para acabar. Por conta da paralisação em março, devido à piora da pandemia da Covid-19, e, com isso, algumas rodadas em atraso, o torneio dificilmente terá sua decisão em 23 de maio, como era previsto pelo calendário do futebol brasileiro. E depois dessa data, os clubes têm compromissos por diversas competições já marcados.

Até o dia que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) tinha estipulado para o término dos estaduais, restam mais nove datas disponíveis. Porém, o Paranaense ainda tem cinco rodadas cheias para finalizar a primeira fase, além de um jogo em atraso e a fase mata-mata, que precisaria de cerca de três semanas para ser concluído.

Ou seja, a competição ainda precisaria de pelo menos 11 datas, duas a mais do que o período que tem disponível. Mas, a partir de 29 de maio, os clubes iniciam as disputas das séries A, B e C do Brasileirão, enquanto a D começa em 6 de junho, além de Athletico, Coritiba e Cianorte terem, a partir de 2 de junho, jogos pela terceira fase da Copa do Brasil.

Com isso, até o dia 13 de julho não teria data disponível para a disputa das rodadas faltantes do Paranaense, uma vez que os times não terão intervalo sem jogos. Situação que pode piorar caso as equipes passem de fase na Copa do Brasil e o Furacão avance para o mata-mata da Copa Sul-Americana.

+ Confira a classificação completa e os próximos jogos do Paranaense

Desta forma, a conclusão do Estadual dependeria de quais equipes estariam na competição ainda. A tendência é que até o final de maio faltem apenas as finais do torneio. Para não atrapalhar o calendário, Rubro-Negro, Coxa e Cianorte não poderiam chegar à decisão.

Caso pelo menos um deles dispute o título, a Federação Paranaense de Futebol (FPF) dependeria da eliminação deles dos mata-matas nacionais e internacionais para conseguir agendar os confrontos.

Questionado sobre o aperto no calendário e a falta de datas para disputar o número de partidas ainda necessárias, o presidente da FPF, Hélio Cury, apenas resumiu que ainda não há nada definido a respeito da sequência do campeonato.

"Estamos estudando o melhor caminho, vendo com os clubes e vamos tentar resolver da melhor forma essa questão", disse ele, ao UmDois Esportes.

Intervalo menor entre os jogos

Uma alternativa para encerrar o Paranaense em maio seria diminuir o intervalo dos clubes entre uma partida e outra, acelerando a disputa das rodadas. Desta forma, existe a possibilidade de até três rodadas serem disputadas em uma única semana, ao invés de duas, ou até mesmo cinco rodadas em um período de 13 dias.

Se seguir nesta linha, diminuiria o número de jogos restantes, mas ainda assim não completaria a disputa até 26 de maio. Para isto, as equipes teriam que jogar praticamente dia sim, dia não, em algum período.

Além de complicar a preparação dos clubes, diminuir ainda mais o espaço entre um duelo e outro esbarra no calendário do Athletico, que nas próximas cinco semanas já tem compromissos pela Copa Sul-Americana.

Neste cenário, o time atleticano poderia jogar até seis vezes em 14 dias, tendo que separar o time principal do aspirantes por completo, pois teria que jogar dois dias seguidos, como já aconteceu em 2020, pelo Paranaense e pela Libertadores.

Participe da conversa!
0