Vai começar a disputa e está no ar o Guia do Brasileirão 2021! Apenas cerca de três meses após o encerramento da edição anterior, que invadiu a nova temporada por causa das questões envolvendo a pandemia do coronavírus, a bola volta a rolar no campeonato nacional. A partir deste sábado (29), com duas partidas que iniciam às 19 horas, o principal campeonato do país prossegue até o começo de dezembro, com 38 rodadas e 380 partidas.

Veja a tabela do Brasileirão!

Preparamos o Guia do Brasileirão 2021 especial com as principais informações das 20 equipes da Série A. Também abordamos Coritiba, Londrina e Operário, os paranaenses na Série B, e o Paraná Clube na C. Como as agremiações chegam para a competição, destaques, pontos fortes e fracos e, ainda, um palpite sobre quais as perspectivas da equipe em termos de classificação. Aproveite!

UmDois e Mauro Cezar vão sortear sete camisas de equipes das Séries A e B do Brasileirão? Quer concorrer? Clique e saiba como ou assista ao vídeo abaixo!

Veja o Guia do Brasileirão 2021:

América-MG

América- Guia do Brasileirão 2021
Mourão Panda/AFC| Mourão Panda/AFC

Estádio: Arena Independência.
Momento: Vice-campeão da Série B 2020, o Coelho acabou também com o vice do Mineiro de 2021, ao ser batido pelo Atlético-MG, após eliminar o Cruzeiro na semi.
Destaque: Rodolfo, artilheiro da equipe.
Técnico: Lisca.
Ponto forte: solidez defensiva e espírito coletivo.
Ponto fraco: desempenho ofensivo e produtividade.
Palpite: Sul-Americana.

Atlético-GO

Atlético-GO - Guia do Brasileirão 2021
Héber Gomes/ACG| Heber Gomes

Estádio: Antônio Accioly.
Momento: o Dragão chega em baixa após ser eliminado nos pênaltis, na semifinal do Goiano, e dar adeus à chance do inédito tricampeonato estadual.
Destaque: volante Marlon Freitas, o motor do meio-campo do Dragão.
Técnico: Eduardo Barroca.
Ponto forte: consistência defensiva.
Ponto fraco: muito nas finalizações.
Palpite: rebaixamento.

Atlético-MG

Guia do Brasileirão - Atlético-MG
Bruno Cantini/Atlético-MG| Bruno Cantini

Estádio: Mineirão.
Momento: Classificado às oitavas de final na Libertadores, o Atlético-MG levantou seu 46º título mineiro contra o América-MG. Ativo no mercado, o clube se reforçou e gastou mais de R$ 200 milhões.
Destaque: Hulk e Nacho Fernández, principais contratações.
Técnico: Cuca.
Ponto forte: qualidade e variedade de opções ofensivas.
Ponto fraco: algumas peças oscilam defensivamente na zaga e no meio-campo.
Palpite: briga pelo título.

Athletico

Guia do Brasileirão - Athletico
Albari Rosa/Foto Digital/UmDois

Estádio: Arena da Baixada.  
Momento: O Furacão chega ainda com elenco em reformulação, após o término, em março, da punição que o deixou nove meses sem poder contratar por causa de sanção da Fifa. 
Destaque: Nikão, principal peça de articulação ofensiva, e Thiago Heleno, com seus lançamentos e posicionamento defensivo.
Técnico: António Oliveira.
Ponto forte: desempenho como mandante.
Ponto fraco: ataque ineficiente. 
Palpite: Sul-Americana.

Bahia

Guia do Brasileirão - Bahia
Felipe Oliveira/Bahia

Estádio: Arena Fonte Nova.
Momento: atual campeão da Copa do Nordeste, o Tricolor passou por um processo de reformulação no elenco.
Destaque: Gilberto, artilheiro da equipe.
Técnico: Dado Cavalcanti.
Ponto forte: o ataque, um dos mais produtivos do Brasil nesta temporada.
Ponto fraco: apesar da reformulação, as reposições do Bahia ainda deixam a desejar.
Palpite: Sul-Americana.

Cuiabá

Cuiabá é novato na Série A. Foto: Divulgação/Cuiabá
Cuiabá é novato na Série A. Foto: Divulgação/Cuiabá

Estádio: Arena Pantanal.
Momento: O Cuiabá vai estrear na elite do futebol brasileiro. O clube tem apenas 19 anos de fundação e o Mato Grosso terá um representante na Série A depois de 35 anos. 
Destaque:Clayson, principal contratação do time na temporada.
Técnico: Sem técnico, após demitir Alberto Valentim.
Ponto forte: Velocidade do time. 
Ponto fraco: Inexperiência no campeonato.
Palpite: Rebaixamento.

Ceará

Guia do Brasileirão - Ceará
Divulgação/Ceará| Divulgação/Ceará

Estádio: Arena Castelão.
Momento: O Vozão vai disputar pela quarta vez seguida a Série A. O clube se consolidou e agora busca ficar entre os 10 primeiros colocados. 
Destaque: Vina, garçom e goleador do time.
Técnico: Guto Ferreira.
Ponto forte: Organização tática. 
Ponto fraco: Elenco sem peça de reposição.
Palpite: Sul-Americana.

Chapecoense

Guia do Brasileirão - Chapecoense
Divulgação/Chapecoense| Divulgação/Chapecoense

Estádio: Arena Condá.
Momento: Campeã da Série B, a Chape conseguiu o bate-volta após ser rebaixada. Em Santa Catarina, o clube segue como principal destaque do estado.
Destaque: Perotti, artilheiro do time na temporada.
Técnico: Sem técnico, após demitir Mozart.
Ponto forte: Sistema defensivo.
Ponto fraco: Orçamento baixo. 
Palpite: Rebaixamento.

Corinthians

Guia do Brasileirão - Corinthians
Divulgação/Corinthians| Divulgação/Corinthians

Estádio: Neo Química Arena.
Momento: entra pressionado no Brasileirão para apagar as últimas campanhas ruins e ainda não convenceu na temporada. 
Destaque: Luan, que busca reencontrar o futebol que o fez “Rei da América”. 
Técnico: Sylvinho.
Ponto forte: Desempenho em casa.
Ponto fraco: Defesa. 
Palpite: Sul-Americana.

Fortaleza

Guia do Brasileirão - Fortaleza
Leonardo Moreira/Fortaleza| Leonardo Moreira/Fortaleza

Estádio: Arena Castelão.
Momento: O Fortaleza já trocou duas vezes de técnico na temporada e agora busca o sucesso com o argentino Vojvoda no comando.
Destaque: Wellington Paulista, camisa 9 referência da equipe.
Técnico: Juan Pablo Vojvoda.
Ponto forte: Contra-ataque.
Ponto fraco: Início de trabalho de um técnico estrangeiro.
Palpite: Sul-Americana.

10 equipes já foram, veja as outras 10 no Guia do Brasileirão 2021!

Flamengo

Guia do Brasileirão - Flamengo
Alexandre Vidal / Flamengo| Alexandre Vidal / Flamengo

Estádio: Maracanã. 
Momento: Atual campeão, o Flamengo segue em alta, com boa campanha na Libertadores e campeão do Campeonato Carioca. Além disso, vem evoluindo ao longo da temporada.
Destaque: Artilheiro da equipe, o atacante Gabriel vem sendo decisivo.
Técnico: Rogério Ceni.
Ponto forte: Elenco com boas opções no banco de reservas.
Ponto fraco: defesa sofre gols constantemente.
Palpite: Briga pelo título.

Fluminense

Guia do Brasileirão - Fluminense
Lucas Mercon/Fluminense| Lucas Mercon/Fluminense

Estádio: Maracanã.
Momento: Vice do Carioca, também vem fazendo bons jogos na Libertadores, mesclando a garotada de Xerém com peças mais experientes.
Destaque: Fred recuperou o faro de gol e vem sendo peça importante.
Técnico: Roger Machado.
Ponto forte: O ataque, com Nenê, Kayky e Fred.
Ponto fraco: A inexperiência de boa parte do elenco pode pesar.
Palpite: Sul-Americana.

Grêmio

Guia do Brasileirão - Grêmio
Lucas Uebel/Gremio FBPA| Lucas Uebel/Gremio FBPA

Estádio: Arena do Grêmio.
Momento: Depois de quase cinco anos, o Grêmio encerrou a Era Renato Gaúcho e vai entrando em um novo formato de trabalho, que vem trazendo bons resultados, como na conquista do Gaúcho.
Destaque: Ferreirinha ganhou a posição de titular e é a válvula de escape do time.
Técnico: Tiago Nunes.
Ponto forte: O ataque vem sendo efetivo, com vasto repertório.
Ponto fraco: Poucas opções no banco de reservas para repor peças.
Palpite: Libertadores.

Internacional

Guia do Brasileirão - Internacional
Divulgação/Internacional| Divulgação/Internacional

Estádio: Beira-Rio.
Momento: Vice-campeão brasileiro, o Inter ainda tenta se encontrar na temporada, oscilando boas atuações com resultados não tão bons regularmente. Foi vice do Gaúcho.
Destaque: Edenílson continua sendo o principal articulador do time.
Técnico: Miguel Ángel Ramirez.
Ponto forte: A base de 2020 foi mantida.
Ponto fraco: Defesa sofre gols em quase todos os jogos.
Palpite: Libertadores.

Juventude

Guia do Brasileirão - Juventude
Fernando Alves/Juventude| Fernando Alves

Estádio: Alfredo Jaconi.
Momento: De volta à Série A após 14 anos, o Juventude preocupa. Já foi eliminado da Copa do Brasil e no Campeonato Gaúcho não foi páreo para a dupla Gre-Nal.
Destaque: Matheus Peixoto, artilheiro do time.
Técnico: Marquinhos Santos.
Ponto forte: desempenho em casa, com quatro vitórias seguidas.
Ponto fraco: defesa vem sofrendo constantemente.
Palpite: Rebaixamento.

Palmeiras

Guia do Brasileirão - Palmeiras
Cesar Greco/Palmeiras| Cesar Greco

Estádio: Allianz Parque.
Momento: Atual campeão da Libertadores e da Copa do Brasil, o Palmeiras manteve as principais peças de seu elenco e entra forte na disputa.
Destaque: Rony, principal destaque ofensivo da equipe. 
Técnico: Abel Ferreira. 
Ponto forte: regularidade. 
Ponto fraco: excesso de partidas na temporada.  
Palpite: Briga pelo título.

Red Bull Bragantino

Guia do Brasileirão - Bragantino
Divulgação/Bragantino| Divulgação/Bragantino

Estádio: Nabi Abi Chedid. 
Momento: Impulsionado pelo investimento da Red Bull e após conquistar vaga na Sul-Americana deste ano, o Massa Bruta entra no Brasileirão disposto a incomodar os grandes.
Destaque: Claudinho, referência técnica e maestro da equipe.  
Técnico: Maurício Barbieri.  
Ponto forte: espinha dorsal sólida.  
Ponto fraco: falta de reposição à altura dos titulares. 
Palpite: Sul-Americana.

Sport

Guia do Brasileirão - Sport
Divulgação/Sport

Estádio: Ilha do Retiro. 
Momento: O Sport passa por uma reformulação, enxugando o elenco inchado e apostando em reforços pontuais para evitar a briga contra o rebaixamento da temporada passada.
Destaque: Thiago Neves, principal jogador do time.   
Técnico: Umberto Louzer.   
Ponto forte: Defesa pouco vazada em 2021. 
Ponto fraco: Dependência de veteranos. 
Palpite: Luta contra o rebaixamento.

Santos

Guia do Brasileirão - Santos
Divulgação/Santos

Estádio: Vila Belmiro. 
Momento: Após o insucesso do argentino Ariel Holan e a quase queda no Paulistão, o Peixe inicia novo trabalho com o controverso Fernando Diniz.
Destaque: Marinho, peça-chave do time titular. 
Técnico: Fernando Diniz. 
Ponto forte: Força na Vila Belmiro. 
Ponto fraco: Passa por grave crise financeira. 
Palpite: Luta pela Sul-Americana.

São Paulo

Guia do Brasileirão - São Paulo
Divulgação/São Paulo

Estádio: Morumbi.
Momento: Empolgado pelo início de trabalho de Hernán Crespo, o São Paulo largou bem na Libertadores e foi campeão do Paulista.
Destaque: Daniel Alves, líder do elenco. 
Técnico: Hernán Crespo.
Ponto forte: Manteve a base de 2020.
Ponto fraco: Pressionado por jejum de títulos no Brasileirão.
Palpite: Libertadores.

O Guia do Brasileirão 2021 também traz os paranaenses na Série B do Nacional:

Coritiba

Guia do Brasileirão - Coritiba
Albari Rosa/Foto Digital/UmDois| Albari Rosa/Foto Digital/UmDois

Estádio: Couto Pereira.  
Momento: O Coxa ainda é uma incógnita para a Série B. A diretoria apostou em reforços com a “cara” da competição. Teve um bom início de Estadual e Copa do Brasil, mas oscilou e acabou eliminado antes do mata-mata do Paranaense. 
Destaque: Léo Gamalho, artilheiro da equipe em 2021.
Técnico: Gustavo Morínigo.
Ponto forte: setor ofensivo, com Rafinha e Léo Gamalho.
Ponto fraco: se tornou uma equipe previsível no Estadual, sem criatividade. 
Palpite: Briga pelo G4.

Operário

Guia do Brasileirão - Operário
Albari Rosa/Foto Digital/UmDois| Albari Rosa/Foto Digital/UmDois

Estádio: Germano Krüger (Ponta Grossa).
Momento: O Fantasma vive um grande momento, sendo uma das equipes mais regulares do Campeonato Paranaense, onde terminou como líder na primeira fase.
Destaque: Ricardo Bueno, experiente e com faro de gol.
Técnico: Matheus Costa.
Ponto forte: força ofensiva.
Ponto fraco: não possui peças de reposição à altura dos titulares.
Palpite: Briga pelo G4.

Londrina

Guia do Brasileirão - Londrina
Divulgação/LondrinaEC

Estádio: Estádio do Café.
Momento: O Tubarão teve um início de temporada muito irregular, com muitos empates no Paranaense. Na sequência, com a chegada do técnico Roberto Fonseca, conseguiu melhorar.
Destaque: Adenílson teve papel importante no acesso à Série B e cresceu junto com o time na reta final do Paranaense.
Técnico: Roberto Fonseca.
Ponto forte: poder ofensivo, aposta na velocidade e na intensidade do setor.
Ponto fraco: bola aérea na defesa.
Palpite: Briga para se manter na Série B.

Por fim, no Guia do Brasileirão 2021, o Tricolor na Série C:

Paraná Clube

Guia do Brasileirão - Paraná Clube
Albari Rosa/Foto Digital/UmDois| Albari Rosa/Foto Digital/UmDois

Momento: O Paraná teve um início de temporada irregular, com a eliminação precoce na Copa do Brasil. Mas, se reergueu e conseguiu a classificação antecipada no Estadual.
Destaque: Maxi Rodríguez, o uruguaio tem sido o diferencial na armação.
Técnico: Maurílio Silva.
Ponto forte: organização ofensiva e velocidade nas pontas.
Ponto fraco: setor de marcação no meio e a defesa são lentos.
Palpite: Briga pelo acesso.

Qual a divisão dos clubes por canais no Brasileirão Série A na TV 2021?

Em TV aberta, o Nacional segue como exclusividade da Rede Globo, que transmite partidas normalmente às quartas-feiras, sábados e domingos. A empresa tem contrato com todas as 20 equipes da disputa até 2024 em televisão aberta.

Recém alçados à elite, Cuiabá e Juventude foram as últimas equipes a fecharem o acordo para transmissão em TV aberta. Chapecoense e América-MG, as outras equipes promovidas em 2020 já haviam assinado com a Globo.

Para veiculação dos jogos em canal por assinatura, há dois grupos distintos. América-MG, Atlético-GO, Atlético-MG, Bragantino, Chapecoense, Corinthians, Cuiabá, Flamengo, Fluminense, Grêmio, Internacional, São Paulo e Sport têm contrato com o SporTV.

Bahia, Ceará, Fortaleza, Juventude, Palmeiras, Santos e Athletico possuem acerto com o canal TNT, emissora que ficou com os direitos do Esporte Interativo.

Como assistir aos jogos do Brasileirão da Série A em 2021

Participe da conversa!
0