O volante Wellington pode fazer sua despedida do Athletico no duelo contra o Red Bull Bragantino, no próximo domingo (20), às 16h, no Nabi Abi Chedid. Com contrato com o Furacão somente até o final do ano, o jogador não chegou a um acordo com o clube e a tendência é que ele não fique em 2021.

Segundo apurou o UmDois Esportes, a vontade do atleta era de ficar no Rubro-Negro, até por conta do carinho que ele criou com o time, onde chegou em 2018. Porém, as negociações não foram para frente.

A primeira conversa entre Wellington e Athletico foi ainda durante a paralisação do futebol por conta da pandemia da Covid-19. Na ocasião, o volante disse que preferia discutir um novo acerto somente quando os campeonatos voltassem. Depois, houve uma nova reunião, mas a proposta salarial ofertada pelo Furacão ficou abaixo do esperado pelo jogador. A partir disso, as tratativas acabaram.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão!

Na derrota do Furacão por 1 a 0 para o Atlético-MG, Wellington estava suspenso e volta a ficar à disposição do técnico Paulo Autuori, que pode ou não relacioná-lo para a partida em Bragança Paulista. No entanto, dificilmente ele atuará contra o Vasco, no dia 27, no último jogo de 2020, quatro dias antes do fim do contrato.

Wellington deu a volta por cima no Athletico

Contratado em junho de 2018, Wellington chegou ao Athletico para recuperar o bom momento na carreira. Depois de ter perdido espaço no Vasco, o volante foi contratado e rapidamente se firmou no Furacão, sendo titular da campanha do título da Copa Sul-Americana de 2018. No ano seguinte, virou o capitão rubro-negro na conquista da Copa do Brasil.

Wellington foi o capitão do Athletico na conquista da Copa do Brasil, em 2019.
Wellington foi o capitão do Athletico na conquista da Copa do Brasil, em 2019.| Albari Rosa/Arquivo/Gazeta do Povo

No total, foram 109 jogos com a camisa atleticana, com um gol marcado e quatro títulos somados. Na atual temporada foram 38 jogos, sendo titular em 33 deles.

Participe da conversa!
0