O técnico Alberto Valentim compareceu ao velório de Barcímio Sicupira, ídolo do Athletico que faleceu no último domingo (7), aos 77 anos. O atual treinador rubro-negro, que também jogou pelo Furacão como atleta, lamentou a perda do Craque da 8.

"Na minha primeira passagem aqui, quando eu cheguei em 1996, nos encontramos diversas vezes nos programas esportivos e pela cidade. É uma perda enorme para o Athletico. Conversei com a família e a filha me contou um acontecimento bacana. No jogo contra o Flamengo, ele torceu muito, gritou muito com o nosso gol. Infelizmente, na vida a gente vai perdendo as pessoas. Que a família tenha força para seguir sem o nosso camisa 8", disse Valentim.

Valentim também promete ir em busca dos títulos para homenagear o ídolo. O Athletico disputa duas finais nesta reta final de temporada. Primeiro, decide a taça da Sul-Americana contra o Red Bull Bragantino, em jogo único no estádio Centenário, em Montevidéu, dia 20 de novembro. Já em dezembro, nos dias 12 e 15, o Furacão busca o bicampeonato da Copa do Brasil, diante do Atlético-MG.

"Lembro muito bem quando eu cheguei aqui [em 1996], conhecendo a história dos jogadores. O nome dele era o mais forte junto com o do Nilson Borges, com quem eu tive o prazer de trabalhar. Hoje com certeza eles estão juntos fazendo uma tabelinha. É um luto para gente e trabalhar para que nós possamos dar muitas alegrias para a família e para ele também. Nós vamos em busca deles [títulos] e não teria como ter um presente maior para ele, pelo que ele fez pelo clube".

Participe da conversa!
0