Torcedores de Coritiba e Athletico se envolveram em uma confusão que teve até tiros disparados no final da manhã desta quinta-feira (6), horas antes do clássico Atletiba. O jogo acontece na Baixada, às 17h40, pela 7ª rodada do Paranaense.

Segundo informações da Polícia Militar divulgadas pelo Meio Dia Paraná, na RPC, torcedores do Athletico foram até a sede da torcida organizada Império Alviverde, em frente ao Couto Pereira, por volta das 10h da manhã. Houve uma suposta tentativa de incendiar o local, com briga, confusão e um disparo de arma de fogo.

A PM ainda relatou que ninguém se feriu e três pessoas foram levadas para o batalhão da PM, onde assinaram termo circunstanciado e foram liberados na sequência.

Versões das torcidas organizadas

Presidente da Império, Juliano Rodrigues dá a versão da organizada do Coxa. Segundo Rodrigues, os integrantes estavam se preparando para abrir a loja na sede quando tudo aconteceu.

“Ouvimos vozes na calçada e ao abrir o portão nos deparamos com cerca de 20 pessoas com um galão de álcool”, conta. Ainda segundo Rodrigues, ao serem confrontados, os torcedores do Athletico teriam corrido e neste momento teria havido disparo de arma de fogo.

Procurado, o vice-presidente da Os Fanáticos, torcida do Athletico, Luciano Castilho diz que a organizada ainda não sabia ao certo do ocorrido. “A gente estava dentro do estádio montando o mosaico [para o Atletiba]”, resumiu.

A reportagem apurou que as provocações entre as duas torcidas começaram já na noite de quarta-feira (5), véspera do clássico.

Participe da conversa!
0