Por muito pouco, a partida entre Athletico e Peñarol, na noite desta quinta-feira (30), na Arena da Baixada, não foi assistida in loco por um único torcedor.

Sócio do Athletico desde meados de 2015, Rafael da Rocha Chueiri, de 23 anos, conseguiu uma liminar na 3ª Vara Cível de Curitiba para assistir a semifinal da Copa Sul-Americana de dentro do estádio. Às 19h20, o clube entrou em contato dizendo que a entrada estava liberada.

Porém, 20 minutos depois, os advogados do Furacão cassaram a decisão provisória e impediram que Rafael assistisse ao jogo mais importante do ano de dentro da Arena.

“Foi por muito pouco. Entrei com o processo em cima da hora para eles não terem tempo de recorrer, mas não deu”, conta o futuro advogado, que redigiu toda a ação e estava incrédulo com a possibilidade de ser o único sócio liberado.

Rafael Chueiri, quase entrou no estádio para ver Athletico x Penãrol.
Rafael Chueiri, quase entrou no estádio para ver Athletico x Penãrol.

A iniciativa de Chueiri, foi inspirada nos seis sócios que haviam conseguido uma liminar às vésperas do duelo. O clube, no entanto, também conseguiu reverter a autorização provisória da torcida na noite de quarta-feira (29).

“A partir da liberação das autoridades competentes, fica complicado a diretoria impedir nossa entrada porque temos contrato com eles, pagamos mensalidade para ter uma cadeira, é caro. Não acho certo o Athletico decidir isso”, reclamava Rafael, antes de ser barrado praticamente aos 45 minutos do segundo tempo, quando já estava dentro da Arena da Baixada.

Participe da conversa!
0