Após ficar 10 dias isolado com Covid-19, o goleiro Santos retornou ao gol do Athletico e rasgou elogios ao jovem Bento que, no período em que ele e Jandrei ficaram afastados, precisou estrear como profissional e segurar a barra nas oitavas de final da Copa Libertadores, contra o River Plate.

“O Bento, realmente, foi muito acima da média nos jogos. É tudo fruto do trabalho dele, ele aproveitou bem a oportunidade. É manter a cabeça fria, como sempre fez, é um cara tranquilo. Desejo a ele toda sorte para continuar crescendo”, disse Santos em entrevista coletiva.

No jogo contra o Fluminense, o experiente goleiro de 30 anos, com convocações para a seleção brasileira, voltou bem, apesar da derrota. Além de colecionar defesas na partida, Santos ainda defendeu um pênalti no primeiro tempo. Com a volta dele e Jandrei, Bento sequer foi relacionado para o confronto.

“Ficar parado é muito ruim, ainda mais por ser por conta do vírus, temos que ter todo cuidado. É agradecer, feliz em poder retornar e contribuir. Infelizmente, o resultado não veio, mas temos que ter na cabeça que precisamos continuar lutando”, comentou o arqueiro.

Com uma semana para trabalhar, o foco da equipe atleticana é no duelo contra o Atlético-MG, no sábado (12), às 17h, na Arena da Baixada. Apesar da proximidade com a zona de rebaixamento, Santos acredita em objetivos maiores para o Furacão.

“Temos que pensar jogo a jogo, mas pensando lá em cima. É ter tranquilidade, sabemos que não é fácil. É se afastar da parte de baixo e almejar objetivos grandes”, concluiu.

Participe da conversa!
0