Em entrevista ao UmDois Esportes, em setembro de 2020, Barcímio Sicupira Júnior resumiu seu estilo de vida bem-humorado e leve com o seguinte depoimento.

"Eu não sou um bom narrador de tragédia, não. Eu gosto, essa forma de viver a vida é muito minha, mesmo. Sabe, eu procuro fazer coisas boas, coisas leves, simpáticas, até quando o ambiente não é propício. Por que não adianta, sempre fui assim. Não vou me preocupar com o problema de amanhã. Vou me preocupar com o problema de hoje. O de amanhã vou lidar amanhã. Se não, ele começa a assustar e fica uma coisa muito grande. Se eu tenho que pagar uma coisa e não tenho dinheiro, não adianta eu perder o sono. Eu preciso dormir bem para poder refletir bem como que eu vou me virar no dia seguinte".

E minha vida, de um modo geral, foi assim. Minha família é muito assim, muito festeira. E eu gosto disso. Nos lugares que eu estou geralmente não tem reclamação. A gente faz graça e também já passa e já vem outra, e assim é a vida da gente, que passa num sopro, né, cara.

Barcímio Sicupira

Maior ídolo e principal artilheiro da história do Athletico, o Craque da 8 faleceu neste domingo (7), em casa, rodeado da família que tanto amava.

Ouça, no player acima, a entrevista completa em que Sicupira relembra sua trajetória e fala da felicidade com o lançamento do livro "Vida e gols de um craque chamado Barcímio", do jornalista Sandro Moser.

Participe da conversa!
0