Há nove jogos sem perder, o Athletico tem mostrado evolução desde que passou a ser comandado pelo técnico Felipão.

Um dos números que chama a atenção é em relação aos jogos como visitante no Campeonato Brasileiro. O Furacão tem atualmente a quinta melhor campanha geral fora de casa no Brasileirão.

Em cinco jogos fora, o Athletico tem, até agora, três vitórias (Cuiabá, Juventude e Coritiba), um empate (Fortaleza) e uma derrota (Fluminense). A equipe somou 10 pontos somados dos 15 possíveis na sequência.

O bom desempenho fora de casa tem ajudado o Furacão a apresentar boa performance até agora no campeonato. O Athletico pulou da 13ª para a 3ª posição na tabela, com 21 pontos. Com Felipão, o time perdeu apenas uma vez, para o Fluminense, no Rio de Janeiro.

+ Confira a classificação do Brasileirão

Como comparação, desde 2006, quando o Brasileirão passou a ser de pontos corridos, o Furacão conquistou, no máximo, seis vitórias fora - em 2017, 2019 e 2019 (veja a lista completa abaixo). As piores campanhas como visitante foram em 2008, 2011 (rebaixamento), 2016 e 2018, quando venceu fora de casa apenas duas vezes em cada temporada.

Por outro lado, a melhor perfomance foi em 2004, ano em que o Furacão foi vice-campeão. Na época, o campeonato contava com 24 times. Em 23 jogos como visitante, a equipe conquistou nove vitórias.

O próximo jogo do Athletico é nesta quarta-feira (22), contra o Bahia, às 19h30, no primeiro jogo das oitavas de final da Copa do Brasil. Pelo Brasileiro, o time recebe o Red Bull Bragantino no sábado (25), às 16h30, na Arena da Baixada, pela 14ª rodada.

Athletico como visitante no Brasileirão no geral

São Paulo 4x0 Athletico - Alberto Valentim
América-MG 1x0 Athletico - Fábio Carille
Fluminense 2x1 Athletico - Felipão
Cuiabá 0x1 Athletico - Felipão
Juventude 1x3 Athletico - Felipão
Fortaleza 0x0 Athletico - Felipão
Coritiba 0x1 Athletico - Felipão

Desempenho fora de casa - Brasileirão - ano a ano

2006 - 19 jogos, 4 vitórias, 6 empates e 9 derrotas - 31,5% (13° lugar)
2007 - 19 jogos, 3 vitórias, 6 empates e 10 derrotas - 26,3% (12° lugar)
2008 - 19 jogos, 2 vitórias, 3 empates e 14 derrotas - 15,7% (13° lugar)
2009 - 19 jogos, 4 vitórias, 3 empates e 12 derrotas - 26,3% (14° lugar)
2010 - 19 jogos, 5 vitórias, 3 empates e 11 derrotas - 31,5% (5° lugar)
2011 - 19 jogos, 2 vitórias, 3 empates e 14 derrotas - 15,7% (17° lugar)
2013 - 19 jogos, 5 vitórias, 5 empates e 9 derrotas - 35,08% (3° lugar)
2014 - 19 jogos, 5 vitórias, 4 empates e 10 derrotas - 33,3% (8° lugar)
2015 - 19 jogos, 5 vitórias, 3 empates e 11 derrotas - 31,5% (10° lugar)
2016 - 19 jogos, 2 vitórias, 3 empates e 14 derrotas - 15,7% (6° lugar)
2017 - 19 jogos, 6 vitórias, 6 empates e 10 derrotas - 38,5% (11° lugar)
2018 - 19 jogos, 2 vitórias, 7 empates e 10 derrotas - 22,8% (7° lugar)
2019 - 19 jogos, 6 vitórias, 7 empates e 6 derrotas - 43,8% (5° lugar)
2020 - 19 jogos, 6 vitórias, 3 empates e 10 derrotas - 36,8% (9° lugar)
2021 - 19 jogos, 5 vitórias, 3 empates e 11 derrotas - 31,6% (14° lugar).

Participe da conversa!
0