O meia-atacante Nikão deve permanecer no Athletico até dezembro. Com contrato até o fim de 2021, a tendência é que o jogador cumpra integralmente o vínculo e encerre sua trajetória com sete temporadas no clube.

Nikão vai aguardar até junho para avaliar as ofertas e assinar um pré-contrato com outro clube. Segundo apurou o UmDois, o atleta de 28 anos já tem duas boas propostas em mãos. Uma de um clube do exterior e outra de um clube brasileiro. O nome das equipes é mantido em sigilo porque Nikão só vai avaliar as ofertas a partir do meio do ano. A prioridade é jogar fora do Brasil.

Uma das equipes que o monitoram é o Al Ittihad, da Arábia Saudita, comandada por Fábio Carille, que deseja contar com Nikão, mas os árabes ainda não colocaram uma proposta na mesa. Houve sondagem do São Paulo e uma proposta de troca de atletas do Corinthians, rejeitada no início do ano.

A definição de encerrar o contrato com o Athletico acontece por diversos motivos. O primeiro deles é que o próprio jogador não tem pressa em deixar o Furacão. Ídolo da torcida, Nikão não vê problemas em ficar mais uma temporada.

A segunda é que Mario Celso Petraglia não aceita liberar Nikão sem receber uma contrapartida. E o presidente atleticano faz jogo duro há mais de dois anos para vender o seu pupilo. A multa rescisória é de 3 milhões de euros.

Porém, como o contrato está encerrando, as propostas que agradassem ao Athletico não chegaram. Outra questão é que o mercado da bola nesta janela esfriou pela crise financeira que os clubes atravessam por causa da pandemia de Covid-19.

O que pode acontecer é Nikão é assinar um pré-contrato com outro clube em junho e mesmo assim for feita uma negociação para ele sair já na metade do ano. Esse tipo de acordo é comum para que o clube detentor dos direitos do atleta libere seis meses antes podendo ter alguma contrapartida.

Participe da conversa!
0