O Athletico desperdiçou uma boa chance de abrir vantagem no grupo D da Copa Sul-Americana. No confronto direto pela ponta da classificação, o Furacão perdeu por 1 a 0 para o Melgar, nesta terça-feira (4), em Lima.

Com o resultado, o Rubro-Negro parou nos seis pontos e agora está três atrás do próprio Melgar, que abriu vantagem na briga pela vaga nas oitavas de final. Na próxima rodada, o time atleticano encara o Metropolitanos, que venceu o Aucas por 3 a 2. O duelo acontece na terça-feira (11), às 19h15, na Venezuela.

+ Confira a classificação completa do Grupo D e os próximos jogos de Athletico e Melgar

Mesmo jogando fora de casa, o Athletico começou o duelo sendo dono do jogo. Com maior posse de bola e trocando passes, o Furacão era quem ditava o ritmo diante de um Melgar que preferia atuar recuado, explorando os contra-ataques.

O resultado disso foi um meio-campo com muito espaço para o Rubro-Negro pensar as jogadas, mas sendo, mais uma vez, pouco efetivo lá na frente, quase não criando chances.

Tanto que a melhor chance da primeira etapa foi justamente dos peruanos. Aos 22 minutos, Luis Ibérico chutou forte, cruzado, e Santos fez boa defesa.

+ Confira como foi o jogo no Tempo Real!

No segundo tempo, porém, a desatenção custou caro. Logo aos cinco minutos, após cruzamento pela esquerda, Bordacahar surgiu livre na área e, de cabeça, mandou para as redes, abrindo o placar para o Melgar.

Após o gol, o Athletico tentou mudar em campo. Trocou peças, apostou na velocidade e até voltou a rondar a área dos peruanos, mas, assim como na etapa inicial, pouco finalizou.

Com o passar do tempo, os donos da casa foram cozinhando o resultado, se fechado e tentando sair apenas em contra-ataques, para evitar sustos e garantir o resultado.

Ficha técnica

Sul-Americana
04/05/2021
3ª rodada - Grupo D

Melgar 1x0 Athletico

Melgar: Carlos Cáceda; Alejandro Ramos, Fabio Pereyra, José Luján e Paolo Reyna; Cristian Bordacahar, Alexis Arias (Oncoy), Horacio Orzán e Joel Sánchez (Tandazo); Bernardo Cuesta e Luis Iberico. Técnico: Néstor Lorenzo.

Athletico: Santos; Erick, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Richard, Christian (Fernando Canesin) e Léo Cittadini (Jadson); Nikão, Vitinho (Khellven) e Renato Kayzer (Matheus Babi). Técnico: António Oliveira

Local: Estádio Nacional, em Lima (Peru)
Árbitro: Carlos Betancur (Colômbia)
Assistentes: Wilmar Navarro e David Fuentes (Colômbia)
VAR: Cinthya Franco (Paraguai)
Gols: Bordacahar, 5 do 2º
Cartões amarelos: Nikão (CAP)

Participe da conversa!
0