A Inter de Milão estuda a contratação do volante Bruno Guimarães, do Lyon. Segundo apurou o UmDois Esportes, os agentes do jogador de 23 anos, Giuliano Bertolucci e Kia Joorabchian, estiveram na Itália no final de janeiro para iniciar as conversas da negociação.

A Internazionale prepara uma proposta de 30 milhões de euros (R$ 192 milhões na cotação atual) por Bruno Guimarães. Mas o Lyon acredita que o valor pode ser maior com uma valorização do atleta até o final da temporada europeia com uma venda acima dos 45 milhões de euros (R$ 288 milhões).

O atleta, que está no radar de Tite da seleção brasileira e é o capitão do time sub-23 para a disputa das Olímpiadas de Tóquio, vive boa fase na França. O Lyon, semifinalista na última Champions League, é o vice-líder da Ligue 1, o campeonato francês, apenas dois pontos atrás do Lille. O PSG é o terceiro colocado.

Segundo o transfermarkt, site alemão especializado em finanças do futebol, Bruno Guimarães tem valor de mercado de 28 milhões de euros (R$ 179 milhões).

Qual será o lucro do Athletico se Bruno Guimarães for vendido?

Errata: Inicialmente, foi publicado que o Athletico teria direito a 20% do lucro que o Lyon obtivesse em relação a quando comprou o jogador do clube brasileiro. Porém, o Furacão tem 20% do valor total de uma futura venda de Bruno Guimarães.

Bruno Guimarães é a maior venda da história do Athletico. Ele saiu em janeiro de 2020 por 20 milhões de euros (cerca de 93 milhões na cotação da época). Só que o Athletico ficou com 20% do valor de revenda do Lyon. Deste montante, o Furacão ainda vai precisa repassar 30% ao Audax, clube formador de Bruno Guimarães.

Por exemplo. Se Bruno Guimarães for vendido por 45 milhões de euros, o Athletico teria direito a 20%, que totalizam 9 milhões de euros. Porém, o Athletico ainda teria que repassar 30% do valor recebido ao Audax, cerca de 2,7 milhões de euros. Desta forma, o Athletico embolsaria 6,3 milhões de euros (R$ 40 milhões).

Participe da conversa!
0