O Athletico venceu o Grêmio por 1 a 0 neste domingo (13), em Porto Alegre, e conquistou a terceira vitória consecutiva no Brasileirão. O Furacão ainda derrubou um tabu de 38 anos sem vencer o Tricolor em Porto Alegre pelo Brasileirão. A última vez havia sido no Estádio Olímpico, em 1983, por 2 a 1.

A partida foi equilibrada durante praticamente todo o jogo, mas o Furacão aproveitou das boas jogadas do ataque e das falhas da defesa do Grêmio, que acabou dando espaço. Com a vitória garantida pelo gol de Matheus Babi, a equipe paranaense chega aos nove pontos no Nacional, na ponta da competição.

O duelo também marcou o reencontro do Furacão com o técnico Thiago Nunes, que hoje comanda o Grêmio. À frente do Rubro-Negro, Nunes conquistou a Copa do Brasil e a Copa Sul-Americana. O rubro-negro imprimiu a primeira derrota ao Grêmio desde abril.

+ Confira como foi Grêmio 0x1 Athletico no Tempo Real!

Jogo equilibrado no primeiro tempo

A primeira etapa foi de muito equilíbrio entre as duas equipes, com apenas quatro finalizações para cada lado. Os times dividiram o domínio do meio de campo, e Athletico chegou com perigo em algumas ocasiões mas faltando força. Ainda no começo da partida, o Furacão reclamou de pênalti, mas o árbitro mandou seguir. A pesada marcação da defesa resultou em amarelo para Christian, pela terceira falta na partida.

A defesa do Grêmio se viu envolvida pelo rápido e bem posicionado ataque do Athletico, que construiu boa jogada com Vitinho aos 32 minutos. A bola não pegou efeito e acabou na linha de fundo. Logo em seguida Christian foi derrubado em um contra-ataque, e Matheus Henrique também foi amarelado.

O primeiro tempo do jogo terminou com o gol rubro-negro: aos 43 minutos Matheus Babi recebeu lançamento de Marcinho, e concluiu contra o gol de Brenno. O VAR foi acionado por chamada de impedimento da arbitragem, mas confirmou o primeiro tento do Furacão na partida.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão

Defesa rubro-negra segurou ataque gremista na etapa final

O Athletico voltou para a segunda metade do jogo com Léo Cittadini no lugar de Christian, que já estava amarelado. O Grêmio voltou mais intenso no começo do segundo tempo e teve chances, mas a defesa do CAP segurou o time gaúcho. O rubro-negro quase chegou ao segundo gol aos 16 minutos, após erro de Pedro Geromel. A bola sobrou para Nikão, que por pouco não ampliou.

O técnico Antônio Oliveira tirou Nikão e escalou Terans na metade do segundo tempo, após o meia do Athletico sentir dores. O Furacão novamente teve boa chance de ampliar o placar com cruzamento para Vitinho, mas o chute desviou na defesa do tricolor gaúcho. O Grêmio tentou encaixar ataques no final do segundo tempo, mas a defesa do time curitibano bloqueou o ataque.

Ficha técnica Grêmio x Athletico

BRASILEIRÃO
3ª rodada
13/06/2021

GRÊMIO 0x1 ATHLETICO

Grêmio

Brenno; Rafinha (Vanderson), Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Thiago Santos (Ricardinho), Matheus Henrique (Jean Pierre), Jhonata Robert (Léo Chú) e Luiz Fernando (Maicon); Ferreira e Diego Souza. Técnico: Tiago Nunes.

Athletico:
Santos; Pedro Henrique, Thiago Heleno e Zé Ivaldo; Marcinho (Khellven), Richard, Christian (Léo Cittadini) e Abner Vinícius; Nikão (David Terans), Matheus Babi (Renato Kayzer) e Vitinho (Carlos Eduardo). Técnico: António Oliveira.

Local: Arena do Grêmio (Porto Alegre).
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG).
Assistentes: Celso Luiz da Silva (MG) e Leonardo Henrique Pereira (MG)
Gols: Matheus Babi (CAP), aos 43/1º.
Amarelos: Matheus Henrique, Thiago Santos, Rafinha, Maicon (GRE); Christian, Matheus Babi, Khellven (CAP)

Participe da conversa!
0