As oitavas de final da Copa do Brasil poderiam muito bem ser um "mini mata-mata" da Série A se não fosse pelo Cruzeiro e pelo Bahia. E o Tricolor de Aço, adversário do Athletico, atualmente disputa e está bem na Série B.

Mesmo assim, o Furacão não deve ter vida fácil nos confrontos. O duelo de ida será nesta quarta-feira (22), às 19h30, na Arena Fonte Nova, em Salvador. A volta está marcada para o dia 12 de julho, às 20h30, na Arena da Baixada, em Curitiba.

+ Veja a tabela da Copa do Brasil

O time baiano é o atual terceiro colocado da Série B, com 25 pontos. Em 13 rodadas, a equipe comandada pelo técnico Guto Ferreira liderou o campeonato em cinco oportunidades e nunca saiu da zona de classificação à elite. Até aqui, são oito vitórias, um empate e quatro derrotas - última para a Chapecoense por 1 a 0, dentro da Arena Fonte Nova.

Por ter vencido a Copa do Nordeste do ano passado, o Bahia entrou direto na terceira fase da Copa do Brasil. O time encarou o caçula paranaense Azuriz, mas teve dificuldades. Depois de dois empates (0 a 0 e 1 a 1), o Bahia passou nos pênaltis: 4 a 3.

O momento é bom, mas o início de temporada foi marcado por duas duras eliminações na Copa do Nordeste e no Campeonato Baiano, ambos ainda na primeira fase.

Artilheiro em jejum

Artilheiro, Rodallega não marca há 443 minutos
Artilheiro, Rodallega não marca há 443 minutos| Divulgação/ Bahia EC

O principal destaque do time é o atacante colombiano Hugo Rodallega. O jogador é o artilheiro do Tricolor na temporada com 12 gols em 18 partidas. No entanto, ainda não marcou gols pela Série B.

O centroavante saiu lesionado logo na estreia, ficou oito rodadas fora, voltou ao time, mas completou cinco jogos sem marcar (443 minutos).

Na ausência dos gols de Rodallega, quem tem ajudado mais o time na segundona é o também atacante Matheus Davó. Emprestado pelo Corinthians, o jogador tem quatro gols e três assistências na competição.

Duelos entre Athletico e Bahia

Lance de Athletico x Bahia, pela Copa do Brasil 2011
A última vez que Athletico e Bahia se enfrentaram pela Copa do Brasil foi em 2011.| Hedeson Alves/Arquivo/Gazeta do Povo

Esta será a terceira vez que Furacão e Bahia se enfrentam na Copa do Brasil. Curiosamente, nas duas vezes anteriores também o cruzamento aconteceu nas oitavas de final. E deu Rubro-Negro em todas elas.

Em 1992, o Athletico se classificou após empatar a ida em 0 a 0, no Pinheirão, e ganhar por 2 a 1 a volta, na Fonte Nova. 19 anos depois, em 2011, se reencontraram mais uma vez, com um empate na ida por 1 a 1, no Pituaçu, e uma goleada do Furacão por 5 a 0, na Arena da Baixada.

Histórico na Copa do Brasil

O Bahia tem um grande número de jogos pelo torneio mata-mata: 145 partidas, com 61 vitórias, 47 empates e 37 rodadas. O time participa desde o início da competição em 1989. Mas, ao contrário do Athletico, os baianos nunca chegaram perto de disputar o título.

O Tricolor de Aço nunca passou das quartas de final da Copa do Brasil. Foram sete oportunidades e sete eliminações: três para o Grêmio (1989, 2012 e 2019), Flamengo (1990), Juventude (1999), Atlético-MG (2002) e Palmeiras (2018).

Na última edição, o Bahia caiu para o campeão Atlético-MG nas oitavas de final.

Participe da conversa!
0