Em duelo eletrizante entre dois concorrentes diretos por uma vaga na Libertadores, Corinthians e Athletico empataram por 3 a 3, nesta quarta-feira (10), na NeoQuímica Arena, pela 35ª rodada do Brasileirão. Com o placar, o Furacão está em 10º, com 47 pontos, dois a menos que o próprio Corinthians, que abre o G8, com 49.

Ao contrário da maior parte dos jogos da Série A, o embate já começou agitado. E manteve o ritmo empolgante a noite toda. Logo aos 2 minutos, o ex-Coritiba e Paraná, Mosquito, recebeu assistência de Fagner, chapelou Pedro Henrique e bateu de esquerda para abrir o placar. Um golaço que indicava o que estava por vir.

Confira a classificação do Brasileirão

O time da casa ainda teve três chances em sequência para ampliar, duas com Léo Natel, uma com Otero, com o goleiro Santos aparecendo bem. Aos 13, o Athletico deu o troco. Após jogada coletiva, Canesin serviu Abner na esquerda. O jovem lateral soltou uma bomba, no ângulo de Cássio, igualando o marcador.

Mas não dava tempo de respirar. Quatro minutos depois, aos 17, Fagner cobrou escanteio, Gil ajeitou de cabeça e Gabriel, também de cabeça, deixou o Corinthians novamente na frente, 2 a 1. Aos 32, Mosquito saiu na cara do gol e Santos salvou com frieza.

E, logo aos 34, o Furacão deixou tudo igual. Após sequência de cruzamentos na área, a bola ficou limpa para Canesin anotar seu primeiro com a camisa rubro-negra e igualar antes do intervalo.

A etapa final começou e, novamente, nem parecia Brasileirão. As equipes seguiram ofensivas, buscando o gol, marcando pressão na saída de bola adversária. As chances de gol se empilhavam. Aos 2, Vitinho, que entrou na vaga de Cristian, bateu por cima.

Veja como foi Corinthians x Athletico no tempo real

Aos 6, Santos fez duas grandes defesas. Primeiro, em chute desviado de Léo Natel, salvando na sequência o rebote à queima-roupa de Mosquito. Dois minutos depois, o Furacão perdeu chance incrível. Após Gil salvar em cima da linha, Vitinho, sem goleiro, mandou no travessão.

Num piscar de olhos, entretanto, o Corinthians ampliou. Aos 10, novamente Mosquito, que recebeu na direita e bateu para fazer 3 a 2. Autuori apostou no meia Jadson. E lançou esquema com três zagueiros, com o zagueiro Luan Patrick na vaga do volante Alvarado, liberando os laterais Jonathan e Abner ao ataque.

A estratégia funcionou. Aos 27, após cruzamento da direita, Kayzer furou e Vitinho empatou, 3 a 3. Primeiro gol do jovem após cinco meses afastado do time. Khellven e Aguilar ainda entraram nas vagas de Jonathan e Pedro Henrique. O Corinthians buscou a vitória nos minutos finais, mas o duelo caiu de rotação e terminou empatado.

Ficha técnica

BRASILEIRÃO
35ª RODADA
10/02/2021
Corinthians 3 x 3 Athletico

Corinthians: Cássio; Fagner, Bruno Méndez, Gil e Fábio Santos; Gabriel (Xavier) e Cantillo; Gustavo Mosquito (Ramiro), Araos (Lucas Piton) e Otero (Mateus Vital); Léo Natel (Jô). Técnico: Vagner Mancini.

Athletico: Santos; Jonathan (Khellven), Pedro Henrique (Aguilar), Thiago Heleno e Abner; Alvarado (Luan Patrick), Christian (Vitinho) e Fernando Canesin; Carlos Eduardo (Jadson); Nikão e Renato Kayzer. Técnico: Paulo Autuori.

Local: Neo Química Arena, em São Paulo
Gols: Gustavo Mosquito (2x) e Gabriel (COR); Abner, Canesin, Vitinho (CAP)
Cartões amarelos: Gabriel, Mateus Vital e Fábio Santos (COR).
Árbitro: Jean Pierre Gonçalvez (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Lúcio Beiersdorf (RS)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS).

Participe da conversa!
0