O Athletico perdeu para o Red Bull Bragantino por 4 a 2, nos pênaltis, neste domingo (18), e está eliminado do Brasileiro Feminino Série A2.

Com o resultado, o Massa Bruta conquistou o acesso à primeira divisão e se garantiu na semifinal da competição.

Na ida das quartas de final, as "Gurias Furacão" haviam vencido por 4 a 2 no CT do Caju, em Curitiba, e podiam perder em São Paulo por até um gol de diferença. Com a derrota por 2 a 0 no tempo normal, a decisão da vaga para a semifinal foi para os pênaltis.

O Bragantino agora vai enfrentar o classificado do confronto entre Real Ariquemes-RO e Esmac-PA na semifinal do Brasileiro Feminino A2.

A equipe do Athletico terminou a primeira fase do Brasileirão Feminino A2 na segunda posição do Grupo F, com quatro vitórias e uma derrota no Grupo F. Nas oitavas, as meninas venceram o UDA-AL duas vezes.

As quatro equipes que chegarem à semifinal são automaticamente promovidas à divisão de elite do futebol feminino. Cresspom-DF e Ceará disputam a outra vaga. O Atlético-MG já garantiu a primeira vaga na elite após eliminar o América-MG.

O jogo

A equipe da técnica Rosana Augusto começou com Renata; Bruna, Nayara, Paloma e Rafa; Lelê, Tainá e Leticia; Milena, Joyce e Kim Campos.

As meninas do Massa Bruta, comandadas pela técnica Camilla Orlando, abriram o placar logo aos cinco minutos de jogo. Após cobrança de falta, a zaga atleticana cortou, mas Raquel pegou a sobra de fora da área, de primeira, e fez o primeiro gol do Bragantino.

O segundo veio aos 35 e novamente pela bola parada. Depois do escanteio, Ingryd acertou um golaço de voleio, fazendo 2 a 0 no placar e empatando em 4 a 4 no agregado.

Travessão salva

No começo do segundo tempo, Bruna tocou na bola com a mão e o árbitro Salim Fende Chavez assinalou a penalidade. Rosane partiu para a cobrança e acertou o travessão, desperdiçando a chance de fazer o terceiro.

O Furacão perdeu uma chance incrível aos 28, quando Kim recebeu da esquerda o passe de Milena e chutou no alto, mas parou na defesa da goleira Karol, que salvou o Bragantino e colocou para escanteio.

Nos pênaltis

Na decisão por pênaltis, a goleira Renata, do Athletico, chegou a defender uma cobrança, mas Milena e Bruna desperdiçaram suas penalidades pelo lado rubro-negro.

O Bragantino perdeu só um pênalti, venceu por 4 a 2, e avançou para a semifinal, além de garantir uma vaga na elite do futebol brasileiro feminino.

Participe da conversa!
0