O Athletico perdeu para o Bahia por 2 a 1, nesta quinta-feira, (24), em Pituaçu, pela sexta rodada do Brasileirão. O Furacão jogou com um a menos desde os 12 minutos da etapa inicial, depois que Richard foi expulso. No final do jogo, Marcinho também recebeu o cartão vermelho.

Com o resultado, o Athletico perdeu a liderança e também os 100% de aproveitamento - a equipe vinha de quatro vitórias seguidas. O time de António Oliveira agora é a segunda colocada, com 12 pontos, dois atrás do Bragantino, que assumiu a ponta depois de vencer o Palmeiras na rodada.

+ Bahia x Athletico: veja como foi o tempo real!

A equipe atleticana tem um jogo a menos - a partida contra o Flamengo, pela quarta rodada, foi adiada. O próximo compromisso da equipe é no domingo (27), às 20h, contra a Chapecoense, na Arena da Baixada, pela sétima rodada do Brasileirão.

Athletico fica com um a menos, Bahia marca e uruguaio empata

Com Renato Kayzer no lugar do suspenso Matheus Babi, o Athletico perdeu Richard logo aos 12 minutos de jogo, depois que o volante acertou o rosto de Rodriguinho com o pé e levou o cartão vermelho direto. Quatro minutos depois, o Bahia abriu o placar com Patrick de Lucca, que aproveitou o escanteio de Rossi e cabeceou no canto esquerdo de Santos.

Com a expulsão, o técnico António Oliveira sacou Zé Ivaldo e colocou Léo Cittadini, desfazendo o esquema com três zagueiros. O Furacão teve dificuldades para chegar ao ataque e viu Santos fazer defesas importantes, primeiro em investida de Rodriguinho e depois após uma bomba de Rossi.

Mesmo com um a menos, o Athletico buscou o empate aos 39 minutos. Abner fez o passe na área para David Terans, que ajeitou de canhota e bateu cruzado para deixar tudo igual em Pituaçu, o primeiro gol do uruguaio pelo Furacão.

+ Veja a tabela do Brasileirão

Bahia amplia e Athletico sofre primeira derrota

No intervalo, António trocou Kayzer por Carlos Eduardo. Aos poucos, o Athletico foi achando espaços na defesa do Bahia e por pouco não marcou o segundo gol aos 22 minutos, quando Christian acertou o travessão.

Mas foi o Bahia que balançou a rede. Aos 25, Oscar Ruiz cruzou na área da esquerda, Juninho chutou e Rossi completou. O Bahia ainda perdeu a chance de marcar mais um aos 38, em cobrança de falta de Rossi que desviou na ponta dos dedos de Santos e foi no travessão.

No final do jogo, Marcinho foi expulso depois de pisar em Rossi e deixou o Furacão com nove jogadores em campo. Nos acréscimos, Nino Paraíba chegou a marcar, mas o assistente assinalou o impedimento. Após o apito final, António Oliveira, que tinha sido amarelado durante o jogo, foi expulso. O técnico terá que cumprir dois jogos de suspensão.

Ficha técnica

SÉRIE A
6ª rodada
23/06/2021

BAHIA 2X1 ATHLETICO

Bahia: Matheus Teixeira; Nino Paraíba, German Conti (Luiz Otávio), Juninho e Juninho Capixaba; Patrick de Lucca (Jonas), Thonny Anderson (Gilberto) e Daniel; Rossi (Thaciano), Maycon Douglas (Oscar Ruiz) e Rodriguinho.
Técnico: Dado Cavalcanti

Athletico: Santos; Pedro Henrique, Thiago Heleno e Zé Ivaldo (Léo Cittadini); Marcinho, Richard, Christian (Erick) e Abner; David Terans (Fernando Canesin), Vitinho (Jadson) e Renato Kayzer (Carlos Eduardo).
Técnico: António Oliveira

Local: Pituaçu, em Salvador
Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa (PI)
Assistentes: Rogério de Oliveira Braga (PI) e Marcio Iglesias Araújo Silva (PI)
VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN)
Gols: Patrick de Lucca (BAH) aos 16 e David Terans aos 39 do 1º; Rossi aos 25 do 2ºT
Cartões amarelos: Thonny Anderson e Daniel (BAH); Erick e António Oliveira (CAP)
Cartão vermelho: Richard e Marcinho(CAP)

Participe da conversa!
0