Matheus Babi é a terceira aposta recente do Athletico em atacantes que se destacaram pelo Botafogo. Anunciado nesta terça-feira (13), o atacante de 23 anos foi contratado pelo Furacão com contrato até 2025 pelo preço de R$ 12 milhões.

Antes de Babi, o Athletico apostou em outros dois jovens ex-Botafogo. Luís Henrique e Ribamar, ambos contratados em 2017, na primeira era de Paulo Autuori no Rubro-Negro. Diferentemente do novo reforço, eles foram criados em General Severiano e revelados pelo Fogão.

"Joia" do Botafogo, Luís Henrique só passou pelo Athletico

Jogadores do Toledo provocaram Luís Henrique após cavadinha em pênalti perdido
Jogadores do Toledo provocaram Luís Henrique após cavadinha em pênalti perdido| Albari Rosa/Gazeta do Povo

Primeiro veio Luís Henrique. Então com 18 anos, ele era considerado uma "joia". Foi artilheiro na base e disputou o Mundial sub-17 pela seleção brasileira. Logo na estreia, foi expulso no empate contra o Rio Branco, pelo Estadual. Depois, perdeu um pênalti ao errar uma cavadinha na Arena no empate contra o Toledo.

Sem marcar gols e criticado pelo torcida, foi dispensado após nove jogos. Depois, Luís Henrique não decolou. Jogou por Feirense-POR, Nacional-SP, Grêmio, Oeste, Helsingfors, da Finlândia, Vejle, da Dinamarca, e atualmente está no HJK, também da Finlândia.

Ribamar e os gols perdidos

Ribamar teve chances, mas não emplacou no Furacão
Ribamar teve chances, mas não emplacou no Furacão| ALBARI ROSA/GAZETA

História semelhante ocorreu com Ribamar. Criado no Botafogo, ele foi revelação do Carioca em 2016 e logo vendido ao TSV Munique 1860, da Segunda Divisão do país. Ele chegou ao Athletico após o fim do contrato, mas teve números modestos. Em um ano e meio, jogou 29 partidas, marcou seis gol, mas ficou marcado pelas chances perdidas e pela cobrança da torcida.

Se no âmbito esportivo Ribamar não correspondeu, o atacante rendeu lucro ao clube. Em 2018, ele foi vendido ao Pyramids, do Egito, por cerca de R$ 18 milhões. Depois, voltou para o Brasil para jogar pelo Vasco e nesta temporada assinou com o América-MG.

Números de Matheus Babi

Matheus Babi fez a base pelo Macaé e chegou a passar duas temporadas por empréstimo no sub-20 do Grêmio. Ele retornou e estreou no time profissional do Macaé em 2018 disputando o Carioca e a Série D. Em 2019, Babi começou a chamar a atenção atuando por empréstimo pelo América-RJ na segunda divisão do Carioca. Foram 12 gols em 27 partidas.

No início de 2020, Matheus Babi foi destaque no Carioca, novamente pelo Macaé. Mas após a Taça Guanabara, com o fim do contrato, ele assinou com o rival Serra Macaense mesmo sendo cobiçado por outros clubes. Em julho, o Botafogo oficializou o atacante e adquiriu 40% dos direitos de taxa de vitrine.

No Brasileirão, apesar da péssima campanha do lanterna Botafogo, Matheus Babi foi o destaque. Foi artilheiro do time com 11 gols em 34 jogos, sendo 21 partidas como titular.

Participe da conversa!
0