O Athletico ficou no empate em 1 a 1 com o Avaí, nesta quinta-feira (3), na Ressacada, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil.

O Furacão saiu na frente, com um gol até meio "sem querer" de bumbum de Renato Kayzer, mas desperdiçou várias chances, principalmente no segundo tempo, e levou o gol de empate, marcado por Jonathan, que tinha acabado de entrar.

Com o resultado, o Rubro-Negro terá que vencer o Leão na partida de volta, marcado para a próxima quarta-feira (9), às 19h, na Arena da Baixada. Qualquer empate leva a disputa da vaga para os pênaltis.

+ Confira como foi Avaí x Athletico no Tempo Real!

O duelo começou movimentado na Ressacada. Sem muito receio, os dois times adotaram uma postura mais ofensiva nos primeiros minutos, indo para cima com a bola e apostando no erro do adversário.

O Avaí é quem foi mais incisivo, finalizando mais vezes, mas com chutes para fora ou facilitando para as defesas de Santos. A primeira grande chance do Athletico foi só aos 25, em chute cruzado de Carlos Eduardo, mas que Gledson defendeu.

Porém, o Furacão acabou abrindo o placar, mas do jeito mais bizarro possível. Aos 34, após cobrança de falta na área, Thiago Heleno tentou de bicicleta, o defensor desviou e, ao chutar para frente, Getúlio chutou em cima de Renato Kayzer, que, de costas, se jogou na frente da bola e viu ela ir para o fundo do gol. O lance lembrou o gol de Léo Cittadini contra o Paraná.

Renato Kayzer fez contra o Avaí o gol do Athletico
Renato Kayzer comemora o gol contra o Avaí| José Tramontin/Athletico

O lance mudou o cenário da partida e o Rubro-Negro passou a dominar e criar mais chances. Aos 41, quase ampliou em chute de Nikão. Gledson defendeu com os pés e a bola ia rolando lentamente para o gol, mas o goleiro do Avaí se recuperou na sequência.

+ Confira todos os confrontos e as datas dos jogos da Copa do Brasil

No segundo tempo, o Avaí voltou mais ofensivo, mas quem chegou perto do gol foi o Athletico. Logo aos quatro minutos, após cruzamento pela direita, Khellven surgiu sozinho na área e pegou de primeira, exigindo grande defesa de Gledson.

O Furacão, aliás, apesar de ter menos posse de bola, era quem controlava a partida, atacando mais e rondando a área do adversário. Só que com o passar do tempo o ritmo do confronto foi esfriando, com a bola indo pra lá e pra cá no meio-campo.

Até que o técnico Claudinei Oliveira fez três alterações no time do Avaí e, no minuto seguinte, veio o gol do empate, justamente em jogada construída por aqueles que entraram em campo. Aos 29, Matheus Serrato avançou pela esquerda e, dentro da área, cruzou rasteiro para Jonathan, que dominou, ajeitou e chutou no canto direito de Santos.

Depois do gol, António Oliveira fez trocas no Rubro-Negro, na tentativa de ganhar uma melhor criação nas jogadas. Só que o ritmo continuou o mesmo e o placar ficou mesmo no 1 a 1.

Ficha técnica

COPA DO BRASIL
3ª fase - Jogo de ida
03/06/2021

AVAÍ 1X1 ATHLETICO

Avaí:
Glédson; Edílson, Alan Costa, Alemão e Diego Renan; Bruno Silva, Lourenço (Valdívia) e Giovanni (Marcos Serrato); Vinícius Leite (João Lucas), Getúlio (Jonathan) e Júnior Dutra (Renato).
Técnico: Claudinei Oliveira

Athletico:
Santos; Khellven (Marcinho), Pedro Henrique, Thiago Heleno e Nicolas; Richard, Christian (Léo Cittadini), Carlos Eduardo (Jadson) e Vitinho (Fernando Canesin); Nikão e Renato Kayzer (Vinícius Mingotti).
Técnico: António Oliveira

Local: Ressacada (Florianópolis-SC)
Árbitro: Dyorgines Jose Padovani de Andrade (ES)
Assistentes: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Vanderson Antonio Zanotti (ES)
Gols: Renato Kayzer, 34 do 1º; Jonathan, 29 do 2º
Cartões amarelos: Bruno Silva (AVA); Pedro Henrique, Nikão, Richard (CAP)

Participe da conversa!
0