Atuando com o time completamente reserva, o Athletico expôs fragilidade defensiva e foi presa fácil para o Fortaleza. Com dois gols sofridos nos seis primeiros minutos, a equipe paranaense foi derrotada por 3 a 0, na noite deste sábado (23), na Arena Castelão, pela 28ª rodada do Brasileirão.

Poupando os titulares para o duelo decisivo da semifinal da Copa do Brasil, o técnico Alberto Valentim abriu mão do esquema com três zagueiros e mandou a campo a equipe no 4-3-3, com Zé Ivaldo e Lucas Fasson entre os defensores.

+ Veja como foi o jogo no tempo real!

A estratégia não só não deu certo, como deu espaços para o Fortaleza construir e desfrutar da desorganização defensiva rubro-negra e abrir logo dois de vantagem nos primeiros minutos. Com apenas 50 segundos, o Leão do Pici chegou pelo corredor lateral, Yago Pikachu teve duas chances e, na sobra, Lucas Lima abriu o placar.

Os problemas não se restringiram somente ao sistema defensivo. Na frente, o Athletico também encontrou dificuldades na organização ofensiva e quase não ameaçou o gol adversário.

Com o controle do jogo, o Fortaleza seguiu apostando em triangulações e da apatia da equipe para marcar o terceiro, na segunda etapa, com Robson de cabeça.

O Rubro-Negro cresceu de produtividade somente nos minutos finais, na tentativa de dar um último suspiro. E chegou a pressionar duas vezes, com Canesin e Pedro Rocha, mas sem sucesso para tirar o zero do placar.

Veja a tabela do Brasileirão!

Com a derrota, o Athletico estacionou nos 34 pontos na tabela, na 11ª colocação. Dependendo do complemento da rodada, a equipe pode perder duas posições. Foi o quarto jogo sem vencer da equipe no Brasileiro - o Furacão empatou com a Chapecoense e perdeu para Bahia, Fluminense e Fortaleza.

Agora, o Furacão volta as atenções para a Copa do Brasil. Na próxima quarta-feira (27), o time paranaense enfrenta o Flamengo, às 21h30, no Maracanã, pelo jogo de volta da semifinal da competição. Com o empate no duelo de ida, o Athletico precisa vencer por qualquer placar para garantir a vaga na decisão.

Participe da conversa!
0