Em noite de estreia do técnico Alberto Valentim, o Athletico não encontrou grandes dificuldades, bateu o Atlético-GO por 2 a 0 e encerrou o jejum de sete jogos sem vencer como visitante no Brasileirão, nesta quarta-feira (06), no Antônio Accioly.

Apesar do forte calor em Goiânia, a maior parte do primeiro tempo foi morna, sem grandes chances. Com maior posse, o Athletico pouco risco ofereceu, chegando com finalizações de Richard e Terans, sem grandes riscos.

Mas o lance salvador da etapa inicial veio já nos minutos finais. Aos 42, Terans apareceu pela esquerda e cruzou para o lateral-direito Marcinho aparecer no meio da defesa e cabecear firme para colocar o Furacão em vantagem.

Veja a tabela do Brasileirão

O gol antes do intervalo animou a equipe paranaense, que voltou com superioridade para a etapa final. O Athletico ampliou o placar logo aos cinco minutos, após rápido contra-ataque que chegou para Terans completar e fazer o segundo.

Com a vantagem confortável, o Furacão passou a controlar a partida diante de um adversário que, precisando correr atrás do prejuízo, passou a pressionar e esbarrou em mais uma grande atuação do goleiro Santos. Pouco exigido no jogo, o arqueiro rubro-negro fez duas grandes defesas na parte final, em cabeceios de Lucão e Montenegro, garantindo a vitória por 2 a 0.

O triunfo levou o Furacão aos 33 pontos e reaproximou do G6 da competição. Na próxima rodada, o Athletico volta a campo no sábado (09), às 19h, quando recebe o Bahia, em partida que marcará o retorno do público na Arena da Baixada.

FICHA TÉCNICA
Atlético-GO 0x2 Athletico

Local: Estádio Antônio Accioly, Goiânia (GO).
Data: Quarta-feira, 06 de outubro de 2021.
Horário: 19h.
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa-RJ)
Assistentes: Thiago Henrique Farinha (RJ) e Daniel do Espirito Santo Parro (RJ)
VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)

Atlético-GO: Fernando Miguel; Dudu, Wanderson (Oliveira), Éder e Natanael; Willian Maranhão (Baralhas), Matheus Barbosa (Janderson) e João Paulo; Ronald, André Luis (Montenegro) e Zé Roberto (Lucão).
Técnico: Eduardo Santos.

Athletico: Santos; Pedro Henrique, Lucas Fasson e Zé Ivaldo; Marcinho (Khellven), Erick (Léo Cittadini), Richard e Abner (Nicolas); Nikão, Terans (Pedro Rocha) e Bissoli (Renato Kayzer).
Técnico: Alberto Valentim.

Gols: Marcinho (CAP) aos 42' do 1ºT e Terans (CAP) aos 5' do 2ºT.
Cartões amarelos: Éder, João Paulo e Zé Roberto (ACG); Zé Ivaldo, Erick e Terans (CAP).

Participe da conversa!
0