O zagueiro Pedro Henrique sofreu uma entrada dura no tornozelo durante a vitória do Athletico por 2 a 1 em cima do Avaí, saiu chorando e já iniciou o tratamento no banco de reservas. Apesar da imagem forte, o técnico Felipão mostrou confiança de que o camisa 34 poderá estar em campo no jogo decisivo contra o Caracas.

"Ele (Pedro Henrique) teve uma entorse, uma situação não tão feia quanto parecia, então me dá a oportunidade de pensar que, para quinta-feira, ele estará em condições. O detalhe principal é a recuperação, mas parece-me que foi mais um susto e uma batida do que qualquer outra coisa", falou Luiz Felipe Scolari.

O Furacão recebe a equipe venezuelana na quinta-feira (26), às 19h, na Arena da Baixada. Para garantir a classificação para as oitavas de final, um empate basta.

Para terminar na primeira posição do Grupo B, o Rubro-Negro terá que vencer e secar o Libertad, que recebe o The Strongest, também na quinta (26).

Felipão reclama de falta de cartão vermelho em lance com Pedro Henrique

Além de avaliar a condição de Pedro Henrique, o comandante rubro-negro criticou a não expulsão de Copete no lance. O árbitro Flávio Rodrigues de Souza mostrou apenas o amarelo, e o VAR não recomendou a revisão.

"Eu acho (que era para vermelho), eu acho, mas não adianta dizer nada. A arbitragem está ali, o VAR está ali. Eles interpretam da maneira deles, então não adianta reclamar. É olhar depois para ver se podemos dizer alguma coisa a mais ou não. Achei que devia ter sido expulso, sim", completou o treinador.

Caso Pedro Henrique não tenha condições de jogo, Matheus Felipe deve formar dupla de zaga com Nico Hernández diante do Caracas. O resto do time, a princípio, deve ser mantido.

Participe da conversa!
0