A Globo deve usar a Lei do Mandante para transmitir jogos do Athletico no Brasileirão pelo canal SporTV a partir desta temporada. A elite do futebol brasileiro começa sua disputa na segunda semana de abril.

O Furacão não tem qualquer vínculo de TV fechada desde a rescisão de contrato com a Warnermedia, dona do TNT Sports, mas deve voltar à televisão paga em seus jogos fora de casa, dentro do que prevê a lei que entrou em vigor em setembro do ano passado.

A medida é estudada internamente pela Globo há bastante tempo e aumentaria o leque de opções de jogos na TV fechada, onde normalmente acontecem transmissões de dois duelos por rodada.

As aparições do Athletico, no entanto, se limitariam em um primeiro momento às partidas envolvendo times que também tinham contrato com a TNT Sports e que posteriormente fecharam com a emissora carioca. Os clubes em questão são Ceará, Fortaleza, Juventude, Palmeiras e Santos – o Athletico recusou a proposta.

Em teoria, a Globo poderia transmitir todos os 19 jogos do Athletico como visitante, mas não o faz por precaução jurídica. A empresa processa o Furacão pelas transmissões por streaming na plataforma Furacão Live, o PPV do time paranaense, que tem funcionado com base em uma decisão liminar.

O argumento é de que os contratos com as outras 19 equipes foram feitos antes da Lei do Mandante entrar em vigor, ou seja, quando os dois clubes ainda precisavam entrar em acordo para que uma transmissão acontecesse.

Participe da conversa!
0