Com o triunfo sobre o Cuiabá, por 1 a 0, na sexta-feira (3), na Arena da Baixada, o Athletico alcançou a marca de 1.000 pontos no Brasileirão por pontos corridos, disputado desde 2003. Em 2021, o Furacão faz sua 18ª participação na disputa.

O Rubro-Negro é a 11ª equipe a conquistar tal feito, com 702 partidas. O clube que tem mais pontos na história é o São Paulo, com 1.214 em 740 compromissos. Seguido do Flamengo, com 1.151 nas mesmas 740 partidas. Depois, aparecem, pela ordem, Santos, Internacional, Corinthians, Grêmio, Atlético-MG, Fluminense, Cruzeiro e Palmeiras.

O Athletico não participou somente da edição 2012, quando frequentou a Segunda Divisão, após ser rebaixado na temporada anterior. E as melhores campanhas do Furacão foram em 2004, quando foi vice-campeão e fez 86 pontos; e em 2013, terceiro colocado, com 64.

Nos 702 jogos, o Rubro-Negro venceu 279, empatou 163 e perdeu 260. Anotou 933 gols e sofreu 873, com saldo positivo de 60 tentos. O aproveitamento dos pontos é de 47,5%. Os dados são do Futdados.

O histórico do Athletico é superior ao do rival Coritiba. O Coxa jogou 13 das 19 edições de Brasileirão de pontos corridos, nas outras seis, esteve na Série B. E em 514 partidas, amealhou 646 pontos, com169 vitórias, 139 empates, 206 derrotas, 613 gols marcados, 654 sofridos, saldo negativo de 41 tentos e aproveitamento de 41,9%.

Em 2022, o Alviverde volta à elite nacional após a campanha do acesso na atual temporada. O Furacão, por sua vez, ainda busca confirmar sua vaga, envolvido na luta contra o rebaixamento, restando duas rodadas para o encerramento.

Participe da conversa!
0