O Arsenal teria aberto conversas com o Lyon para contratar o meio-campista Bruno Guimarães, ex-Athletico. As informações são do periódico inglês, The Sun, e foram confirmadas pelo conceituado jornalista italiano, Fabrizio Romano.

A reportagem explica que a contratação de Guimarães é desejo antigo do treinador Mikel Arteta e do gerente de futebol, Edu Gaspar, admiradores do futebol do brasileiro. Em 2020, inclusive, o Arsenal entrou na briga para contratá-lo junto ao Furacão, mas acabou vendo o Lyon levar a melhor na disputa.

A equipe francesa pagou 25 milhões de euros para acertar com o atleta, que terminou sua formação nas categorias de base do Athletico, após ser revelado pelo Audax. Agora, as informações são de que Edu Gaspar voltou a mirar a contratação do jogador.

Segundo o jornal O Globo, o clube francês aceitaria uma oferta no valor de 38 milhões de euros - R$ 244,7 milhões na cotação atual. Já na imprensa francesa especula que seriam necessários 45 milhões de euros (R$ 289, 8 milhões) para o negócio ser concretizado.

Guimarães tem sido peça importante do Lyon, apesar da campanha ruim no Campeonato Francês. Ele soma cinco assistências em 22 jogos.

A equipe é apenas a 10ª colocada na disputa, 22 pontos atrás do líder, PSG. Ainda em dezembro do ano passado, a Roma, do técnico José Mourinho, fez uma sondagem pelo atleta, mas a negociação não evoluiu.

Athletico mantém parte dos direitos de Bruno Guimarães

Uma nova negociação de Bruno Guimarães no Velho Continente interessa ao Athletico. O Furacão manteve 20% de um valor de revenda do meia no acordo firmado com o Lyon. Deste montante, o Rubro-Negro ainda terá que repassar 30% ao Audax, clube formador do atleta.

Participe da conversa!
0